Node.js – Preparação do ambiente

Logo do NodeJSO Node.js, criado por Ryan Dahl, em 2009, é uma coleção de ferramentas, altamente escaláveis, baseada em JavaScript, usada no desenvolvimento web . Em 2012, Isaac Schlueter acrescente a funcionalidades do NPM. O NPM (Node Package Manager ou Gerenciador de Pacotes do Node) é um repositório online para publicação de projetos de código aberto para o Node.js e também um utilitário de linha de comando que interage com este repositório online, onde, ajuda na instalação de pacotes, gerenciamento de versão e gerenciamento de dependências (GAYNES, 2015).

A NPM já conta com mais de 296 mil pacotes (junho-2016), são bibliotecas e aplicações, e muitas são adicionadas todos os dias. Estas aplicações podem ser encontradas através do portal da NPM. Uma vez encontrado o pacote que você deseja instalar, ele pode ser instalado com uma única linha de comando.

Hoje, a grande maioria das aplicações web dependem de paradigma cliente-servidor. Mas, com os recursos do Node.js é possível construir rapidamente aplicações com conexões bidirecionais em tempo real em que tanto o cliente e o servidor podem iniciar comunicação. Descubra, por que, Node.js está se tornando um padrão para certos tipos de desenvolvimento web (GAYNES, 2015).

Instalação do Node.js

Primeiramente, teremos que efetuar do download do Node.js. Entre no site: http://www.nodeJS.org e clique na página DONWLOADS e baixe a versão compatível com o seu sistema operacional, conforme Figura 01.

Tela do site nodeJSOrg

Figura 01 – Site do NodeJS.org

No meu caso, efetuei o download do arquivo Windows Installer (.msi) na versão 4.4.5-x64. Posteriormente, localize o arquivo baixado e execute o arquivo “node-v4.4.5-x64.msi” para realizar a instalação e será exibido a tela conforme a Figura 02, basta clicar no botão NEXT e siga os passos da instalação.

Tela de boas vindas do nodejs

Figura 02 – Tela de instalação do Node.js.

Após a instalação, vamos verificar se os arquivos foram realmente instalados, basta acessar o diretório ao qual efetuou a instalação. No meu caso, efetuei a instalação no endereço “C:\Program Files (x86)\nodejs\”. Na Figura 03, podemos visualizar todos os arquivos do NodeJS instalados.

Tela do diretório do NodeJS instaladoFigura 03 – Diretório do NodeJS instalado no Windows.

Agora, precisamos verificar se está configurado corretamente, para isso, basta abrir o CMD.EXE (Prompt de Comandos do Windows) e efetuar a chamado do arquivo “nodevars.bat”. Na Figura 04, visualizamos o resultado da execução do arquivo “.bat” no Prompt de Comandos do Windows.

Tela Prompt de comando

Figura 04 – Tela do prompt de comando do Windows.

Note que o prompt de comandos emitiu a seguinte mensagem: “Your environment has been set up for using Node.js 4.4.5 (x64) and npm.” O NPM é um pacote gerenciador do NodeJS que é necessário para habilitar a instalação de pacotes adicionais.

Testando do NodeJS

Para conhecermos melhor o NodeJS será necessário efetuar alguns testes. Localize no Menu Iniciar o Node.js instalado, conforme a Figura 05. Clique no Node.Js para inicializa-lo.

Tela do Menu Iniciar

Figura 05 – Tela do Menu Iniciar com o Node.js selecionado.

Após a execução do NodeJS será exibido o prompt de comando do NodeJS, conforme a Figura 06.

Tela do Prompt do node com comandos

Figura 06 – Tela do Prompt do NodeJS com comandos.

Neste console, podemos digitar comandos para interagir com os diversos módulos NPM existentes. Podemos encontrar no site do NodeJS, todos os comandos <Clique aqui>.

Pacotes do Node.js

Assim, para selecionarmos um pacote do NPM, teremos que entender as funcionalidades do Node.js. Na Tabela 01, veremos as funcionalidades do Node.js com seus pacotes (GAYNES, 2015).

Tabela 01 – Funcionalidades do Node.js com seus respectivos pacotes.

FuncionalidadesPacotes
Basic/CoreExpress
RoutingExpress
Request and QSExpress
ResponseExpres
Form dataBody-parser
State managementMemory-cache
Database accessTedious
IO/File UploadBusboy
RenderingEJS/Bootstrap (Bower)
AuthenticationPassport

Como vimos, na Tabela 01, as funcionalidades tem seus respectivos pacotes que são (GAYNES, 2015):

  • Express: É a espinha dorsal do núcleo do Node.js. Este torna o roteamento e envio de respostas muito fácil de fazer.
  • Body-parser: Uma ferramenta específica que lhe dá acesso rápido e fácil aos valores apresentados utilizando um formulário com o método Post.
  • Memory-cache: Uma ferramenta específica que permiti a gestão de estado de página-a-página.
  • Tedious: É equivaliente ao driver de conexão com o Microsoft SQL Server.
  • EJS: Um motor de renderização JavaScript que fará a modificação da extensão das páginas HTML passarem a usar a extensão “.ejs”.
  • Bootstrap (and Bower): É um motor de estilos para Interface do Usuário.
  • Passport: É um pacote usado para autenticação, e ele suporta os típicos do Facebook, Twitter, entre outros.

Conclusão

Neste artigo, realizamos a instalação e preparação do ambiente para desenvolvermos aplicações com o Node.js. Nos próximos posts veremos como utiliza-lo na sua aplicação Web.

Até o próximo artigo!

Prof. Norton Guimarães
@nortoncg

Referências

GAYNES, David. Node.js for .NET Developers. Microsoft Press. Redmond, Washington, USA, 2015.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

1 thought on “Node.js – Preparação do ambiente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *